descricao

Cartas recebidas pelos Correios fazem do espectador um participante da experiencia do bobik & sofotchka; a fase análogica e pessoal é parte do projeto Titus Andronicus

 

Nesta etapa, cada participante inscrito recebe uma carta pelos Correios, com instruções para seguirem não só como meros espectadores. 
 

TITUS ANDRONICUS – o rosto da guerra | Uma experiência analógica para tempos virtuais convida os participantes partilharem um encontro cênico com o elenco por meio de correspondência

Mais fotos aqui

 

Depois de contar, em vídeos curtos, como foi lidar com “Titus Andronicus”, de William Shakespeare, o coletivo bobik & sofotchka se prepara para colocar em prática a segunda etapa do projeto TITUS ANDRONICUS – o rosto da guerra | Uma experiência analógica para tempos virtuais. O grupo, formado por sete mulheres, com direção de Marcia Nemer, quer se comunicar com o público fora da virtualidade trazida pela pandemia e lidar com o fazer teatral nas possibilidades atuais.

Desta vez a proposta é analógica. Os participantes inscritos recebem pelos Correios uma carta, com instruções e orientações, enviada pelas mulheres do coletivo. Para participar da experiência, é necessário se inscrever gratuitamente via preenchimento de um formulário (listado no serviço). Serão abertos três grupos de inscrições, com cerca de 30 vagas cada um. Entre 4 e 8/10 acontecem as inscrições para o primeiro grupo; entre 18 e 22/10 é a vez da chamada para o grupo 2; e para o preenchimento das últimas vagas, serão abertas de 1º a 5/11.

A correspondência sugere uma semana de atividades em que a pessoa assume o papel de participante da ação ao se colocar não como espectador passivo de uma transmissão virtual - onde não há troca possível entre palco e plateia - mas como alguém que opta por participar do experimento com as atrizes e com o texto de Shakespeare. E aceitar (e realizar) as sugestões feitas nas cartas e pistas deixadas nas redes sociais do grupo.


Chegou uma correspondência

Ao se inscrever, o participante recebe, pelos Correios, uma carta com instruções e envelopes lacrados, identificados pelo dia da semana em que a atividade deve ser realizada. 

Nesses envelopes estão as ações que deverão ser executadas ao longo da semana. A primeira delas, por exemplo, é decodificar um texto escondido em Titus Andronicus, de Shakespeare, dentro do perfil online criado especialmente para isso. Ou, ainda, instruções mais voltadas à construção de um ambiente cenográfico, como mexer na luminosidade ou ainda usar a lente (da câmera do celular) para montar uma cena.

Consegue-se criar uma relação entre o participante/espectador e as artistas (e o texto teatral). A mediação do mundo digital é substituída pelo tempo estendido da espera de uma carta que chega pelos Correios e de instruções. Assim, assim, tem-se a sensação de uma presença real, como a experimentada em uma apresentação teatral 'convencional’, mesmo quando as pessoas envolvidas estão fisicamente distantes.

O projeto foi contemplado pela  Lei Aldir Blanc (Lei 14.017/2020), por meio do Ministério do Turismo, Secretaria Especial da Cultura e Prefeitura Municipal de São Paulo, através da Secretaria Municipal de Cultura.


Um pouco mais sobre o projeto

Quando a pandemia do novo Coronavírus começou, o coletivo bobik & sofotchka estava preparando o seu próximo projeto: levar aos palcos “Titus Andronicus”, de William Shakespeare. Fazendo as vezes de um “elizabetano às avessas” (já que originalmente as peças eram desempenhadas apenas por homens, inclusive nos papéis femininos), esta montagem do coletivo é formada só por mulheres - tanto no elenco, quanto na ficha técnica. 

Os primeiros encontros com o texto já estavam acontecendo, mas por causa do isolamento social, tudo precisou ser interrompido. Agora, o grupo retoma o projeto, não em forma de peça online e sim de experimento teatral. Assim nasceu o projeto TITUS ANDRONICUS – o rosto da guerra | Uma experiência analógica para tempos virtuais.


Ficha técnica
TITUS ANDRONICUS – o rosto da guerra | Uma experiência analógica para tempos virtuais
a partir de TITUS ANDRONICUS, de William Shakespeare
Concepção e direção: Marcia Nemer
Elenco: Carolina Haddad, Clara Cury, Ediana Souza, Jhessica Daher, Mariana Leme, Naiara de Castro e Pamella Martelli
Dramaturgismo: Carol Pitzer

Idealização e produção: Mariana Leme
Fotos de divulgação:
Dani Lopes

 

Serviço 
Inscrições no formulário: tinyurl.com/titusaexperiencia 
Datas:
Ciclo 01: 04 a 08/10
Ciclo 02: 18 a 22/10
Ciclo 03: 01 a 5/11

Grátis
 

Para seguir o TITUS ANDRONICUS – o rosto da guerra | Uma experiência analógica para tempos virtuais:

Instagram: @bobik_sofotchka

 

Informações para a imprensa:
Canal Aberto Assessoria de Imprensa

Márcia Marques -
marcia@canalaberto.com.br - 11 99126 0425
Carol Zeferino -
carol@canalaberto.com.br - 11 99425 1328
Daniele Valério -
daniele@canalaberto.com.br - 11 98435 6614


 

Compartilhar :