descricao

Ministério da Cultura e Petrobras apresentam e  Sesc SP realiza


Sinopse:

Depois de NÓS, OUTROS traduz teatralmente as inquietações contemporâneas resultantes do encontro do diretor Marcio Abreu com o Grupo Galpão. Trata do hoje, do momento em que vivemos e das questões que o tornam não mais viável. É um espetáculo sobre a construção da memória e o impacto do agora no porvir. Sobre a necessidade de ruptura com pensamentos e estruturas arraigadas que já não devem nos representar, mas sim abrir caminho para a possibilidade de novos horizontes, paisagens, reflexões. Em cena, a instabilidade desse momento transborda e vai além do que a palavra dá conta de expressar, reverberando nos corpos dos atores e das atrizes em cena, as inquietações, possibilidades e impossibilidades do hoje.

OUTROS
Dir: Marcio Abreu

ESTREIA (aberta ao público com venda de ingresso) - 24 de janeiro, às 21h
25 de janeiro a 03 de março de 2019
sexta e sábado, às 21h; domingo e feriado, às 18h
Classificação indicativa: 16 anos | Duração: 90 minutos
Vendas pelo site https://www.sescsp.org.br, a partir de 15/01 e nas unidades do Sesc, a partir de 17h30, do dia 16/01

***

NÓS (classificação indicativa: 16 anos)
Dir. Marcio Abreu

9 e 10 de março de 2019
Sábado, 21h e domingo, 18h

Vendas pelo site https://www.sescsp.org.br, a partir de 26/01 e nas unidades do Sesc, a partir de 17h30, do dia 27/01

Sesc Bom Retiro | Alameda Nothmann, 185 – Campos Elísios/São Paulo
R$30,00 (inteira), R$15,00 (meia) e R$9,00 (Credencial Plena Sesc)
Info.: (11) 3332-3600

*Funcionários da Petrobras e portadores do cartão com bandeira da empresa têm direito a 50% de desconto na compra de até dois ingressos, mediante comprovação (crachá funcional ou cartão).

 

Grupo Galpão apresenta pela primeira vez em São Paulo o espetáculo OUTROS, nova parceria com o diretor Marcio Abreu

 

A 24ª montagem da companhia de teatro, que conta com o patrocínio da Petrobras,
 tem dramaturgia própria e trilha sonora inédita, composta e executada ao vivo pelos atores; A temporada de estreia em São Paulo é realizada pelo Sesc SP.

 

Dando continuidade à bem sucedida parceria com o diretor Marcio Abreu (companhia brasileira de teatro), o Grupo Galpão apresenta OUTROS, desdobramento do trabalho iniciado com o espetáculo NÓS, de 2016. Na nova montagem, o grupo foca na escuta, na busca pelo outro e aprofunda a reflexão sobre o hoje e o lugar do artista e da arte nos tempos atuais. A companhia mineira, que tem mais de 35 anos de história e é considerada uma das mais importantes do cenário teatral nacional, fica em cartaz em São Paulo, de 24 de janeiro a 10 de março, no Sesc Bom Retiro. A estreia do novo espetáculo acontece no dia 24 de janeiro, quinta-feira, às 21h, para convidados e aberta ao público, com venda de ingressos. A temporada de OUTROS segue até 3 de março, sexta e sábado, às 21h; domingo e feriado, às 18h.  O grupo também fará duas apresentações de NÓS, nos dias 9 e 10 de março, sábado às 21h e domingo, às 18h. Os ingressos, no valor de R$30,00 (inteira), R$15,00 (meia) e R$9,00 (Credencial Plena Sesc), serão vendidos no site https://www.sescsp.org.br e nas unidades do Sesc SP. A turnê passará em 2019 por Brasília e pelo sul do Brasil.

Alteridade e poesia. Foi mergulhando nesses dois temas que diretor, atores e atrizes começaram, na prática, o processo de criação de OUTROS, que nasce como uma consequência natural do amadurecimento das dúvidas e inquietações contemporâneas trabalhadas na montagem de NÓS (2016). “OUTROS é exatamente a expressão desse momento nosso. É um desdobramento consciente do primeiro trabalho que fizemos juntos. É uma experiência criativa que aprofunda a pesquisa numa escuta social performativa, que se constitui dramaturgicamente valendo-se de percepções múltiplas do mundo e de como ele age sobre nós”, explica o diretor.

Durante o processo de pesquisa para a montagem, os atores e atrizes se debruçaram em diversas leituras, chegando a aprofundar em alguns textos como “Frigorífico”, do francês Joel Pommerat, e “Os embebedados”, do russo Ivan Viripaev.  As leituras contribuíram para o direcionamento do trabalho e serviram de material, junto com outros exercícios, para a criação da dramaturgia, elaborada em conjunto por Marcio Abreu e os atores do Galpão, Eduardo Moreira e Paulo André.  O caminho levou a uma estrutura dramatúrgica que foi além da extensão da palavra para conseguir expressar o que extrapola a fala, dando espaço e importância a outras formas de linguagem, como o silêncio, por exemplo. O resultado é uma peça tecida com os rastros de memória presentes não só no discurso, mas nos corpos das atrizes e atores que ocupam a cena.

O texto do espetáculo foi construído na sala de ensaio, a partir do material levantado em exercícios e performances de rua, individuais e coletivas - que trabalharam com questões de natureza privada no espaço público e vice-e-versa - propostas pelo diretor e pelos próprios atores, que participaram anteriormente de um laboratório sobre vivência de performance, ministrado pela atriz e performer Eleonora Fabião. Na performance coletiva, a simbólica mesa de reunião do Galpão saiu do espaço privado e foi passear pelo centro de Belo Horizonte junto com os atores e atrizes, que convidavam as pessoas para sentar, dividir seu tempo e história com eles. A normalidade do dia a dia da rua foi atravessada pelos corpos dos atores que saíram do lugar de protagonista para dar destaque ao público, buscando romper com o fluxo cotidiano da cidade. “É curioso pensar como esse trabalho nos permitiu voltar a uma modalidade de teatro de rua tão particular e distinta da que temos feito ao longo dos últimos vinte anos”, comenta Eduardo.

O processo da escuta, de enxergar o outro, a cidade e entender como essas vozes, corpos e imagens - na dimensão do espaço público - reverberam em nós, foi o fio condutor desse trabalho. Essas experiências também foram traduzidas para a música, composta pelos próprios atores, que executam ao vivo em cena. Nas palavras do diretor, OUTROS descreve trajetórias entre o cheio e o vazio, entre a insuficiência das palavras e a potência do silêncio, entre construção e ruína, entre os tempos, passado, presente e futuro e que busca interligar o artístico, o existencial e o político, reagindo à dureza e à violência desses tempos nossos quando a ignorância usada como arma sustenta um fascismo crescente e contra o qual precisamos lutar com as armas das linguagens, do amor, do erotismo e da consciência.

GRUPO GALPÃO

Criado em 1982, em Belo Horizonte (MG), o Grupo Galpão é uma das companhias mais importantes do cenário teatral brasileiro, cuja origem está ligada à tradição do teatro popular e de rua. Desde o início, o grupo desenvolve um trabalho que alia rigor, pesquisa e busca de linguagem, com peças que possuem grande poder de comunicação com o público. É um dos grupos brasileiros que mais viaja, não só pelo Brasil, como pelo exterior, tendo participado de vários festivais em países da América Latina, América do Norte e Europa. Formado por 12 atores, o Galpão construiu sua linguagem artística a partir de encontros com diversos diretores, como Eid Ribeiro, Gabriel Villela, Cacá Carvalho, Paulo José, Yara de Novaes, Marcio Abreu, entre outros, criando um teatro que dialoga com o popular e o erudito, a tradição e a contemporaneidade, o teatro de rua e de palco, o universal e o regional brasileiro.

MARCIO ABREU

Dramaturgo, diretor e ator. Fundador e integrante da companhia brasileira de teatro, sediada em Curitiba. Desenvolve projetos de pesquisa e criação de dramaturgia própria, releitura de clássicos e encenação de autores contemporâneos inéditos no país. Realiza ações de intercâmbio com artistas do Brasil e da França. Entre seus trabalhos estão Vida (2010), texto e direção, baseado em Paulo Leminski; Oxigênio (2010), do russo Ivan Viripaev, adaptação e direção; Isso te interessa? (2011), da francesa Noëlle Renaude, tradução, adaptação e direção; Enquanto estamos aqui (2012), dramaturgia e direção, solo de dança e teatro com a coreógrafa Marcia Rubin; Esta Criança (2012), do francês Joël Pommerat, direção, pareceria entre a Companhia Brasileira e Renata Sorrah. Esse encontro com a atriz gerou ainda outros dois frutos: as peças “Krum” (2015) e PRETO (2017), que tem ainda no elenco, a atriz e dramaturga Grace Passô. Também escreveu e dirigiu PROJETO BRASIL (2015) com os parceiros da companhia brasileira de teatro. Em 2016, dirigiu o Grupo Galpão no espetáculo NÓS, texto escrito em parceria com Eduardo Moreira.  Recebeu inúmeros prêmios e indicações. Entre eles o prêmio Bravo!, o prêmio Shell, o APCA, o prêmio Governador do Estado, no Paraná, o APTR e o Questão de Crítica. Foi escolhido pelo jornal Folha de São Paulo como personalidade teatral do ano, em 2012. Atualmente é orientador do Núcleo de Direção do SESI PR.

GALPÃO E PETROBRAS

Há quase 20 anos, o Grupo Galpão conta com o patrocínio da Petrobras. Foram muitos espetáculos montados, temporadas nacionais, turnês por todas as regiões do Brasil e presença em festivais proporcionados por essa parceria. Em 2019, a Petrobras continua apostando no compromisso do Galpão: reinventar a vida por meio da arte, possibilitando a vivência do teatro, como alegria e transformação, para um público cada vez maior.


FICHA TÉCNICA | OUTROS

ELENCO
Antonio Edson, Beto Franco, Eduardo Moreira, Fernanda Vianna, Inês Peixoto, Júlio Maciel, Lydia Del Picchia, Paulo André, Simone Ordones e Teuda Bara

EQUIPE DO ESPETÁCULO

Direção: Marcio Abreu

Dramaturgia: Eduardo Moreira, Marcio Abreu e Paulo André

Iluminação: Nadja Naira

Cenografia: Play Arquitetura – Marcelo Alvarenga

Figurino: Paulo André e Gilma Oliveira

Trilha e efeitos sonoros: Felipe Storino

Direção de movimento: Kenia Dias

Colaboração artística: Nadja Naira, Felipe Storino e Kenia Dias

Preparação musical e arranjos vocais/instrumentais: Ernani Maletta

Preparação vocal: Babaya

Adereços: Junia Melillo

Interlocuções artísticas: Leda Martins e Eleonora Fabião

Assistência de direção: Paulo Andre, Lydia Del Picchia e Eduardo Moreira

Assistência de cenografia: Thays Canuto

Assistência de iluminação e operação de luz: Rodrigo Marçal

Cenotécnica e construção de objetos: Joaquim Pereira e Helvécio Izabel

Assistência de sonorização e operação de som: Fábio Santos

Assistente técnico: William Teles

Assistente de produção: Cleo Magalhães

Confecção de figurino: Bárbara Toffanetto, Maria Antônia, Penha Hermisdorf e Sonia Maria da Boa Viagem

Estagiárias de cenografia: Taísa Campos e Laís Martins

Estagiárias de figurino: Emiliana Normandia, Élida Murta e Maria Cândida Lacerda

Técnica de Gyrotonic: Waneska Torres

Registro e cobertura audiovisual: Luiz Felipe Fernandes

Fotos: Guto Muniz

Músicas originais: Beto Franco, Fernanda Vianna, Inês Peixoto, Julio Maciel e Paulo André, Lydia Del Picchia e Luiz Rocha, Teuda Bara e Luiz Rocha

Projeto gráfico: Estúdio Lampejo

Produção executiva: Beatriz Radicchi

Direção de produção: Gilma Oliveira

Produção: Grupo Galpão


GRUPO GALPÃO

ATORES

Antonio Edson - Arildo de Barros - Beto Franco - Chico Pelúcio - Eduardo Moreira -

Fernanda Vianna - Inês Peixoto - Júlio Maciel - Lydia Del Picchia - Paulo André - Simone Ordones - Teuda Bara


EQUIPE

Gerente Executivo – Fernando Lara

Coordenadora de Produção – Gilma Oliveira

Coordenadora de Planejamento – Larissa Scarpelli

Coordenadora de Comunicação – Bárbara Prado

Coordenadora Administrativa – Wanilda D’Artagnan

Coordenador Técnico e Técnico de Luz – Rodrigo Marçal

Produtora Executiva – Beatriz Radicchi

Cenotécnico – Helvécio Izabel

Técnico de Som – Fábio Santos

Assistente Financeiro – Cláudio Augusto

Assistente Administrativa – Andréia Oliveira

Assistente de Comunicação - Letícia Leiva

Assistente de Planejamento – Emiliana Normandia

Auxiliar Técnico – William Teles

Auxiliar Administrativo – Rayane Gregório

Recepcionista – Cídia Edvania Santos

Serviços Gerais - Danielle Rodrigues

Gestor Financeiro de Projetos – Artmanagers

Assessor Contábil – Maurício Silva

Petrobras é patrocinadora do Grupo Galpão.

Realização: Sesc SP, Ministério da Cultura e Governo Federal
 

Assessoria de imprensa São Paulo
Canal Aberto Assessoria de Imprensa
Márcia Marques (Tel: 11. 9 9126 0425)
Daniele Valério (Tel: 11. 9 6705 04 25 / 11. 9 8435 6614)
E-mail:
canal.aberto@uol.com.br/ daniele@canalaberto.com.br
Tel: 11. 2914 0770

Comunicação Grupo Galpão
Bárbara Prado - Coordenadora de comunicação (Tel: 31 9 9192-1203)
Letícia Leiva - Assistente de comunicação (Tel: 31 9 9630-1996)
E-mail: comunicacao@grupogalpao.com.br
Tel: 31 3463-9186

www.grupogalpao.com.br
/grupogalpao
/grupogalpaomg

 

Compartilhar :