descricao

SESC SANTO AMARO TRAZ ATRAÇÕES PARA CELEBRAR O MÊS DA CONSCIÊNCIA NEGRA

 

Durante o mês de novembro, mais de 20 atividades que evidenciam as heranças africanas na cultura fazem parte do projeto Afrobrasilidades.

 

Em novembro, o Sesc Santo Amaro recebe 23 atividades ligadas à cultura africana dentro do projeto Afrobrasilidades. São diversas atrações em diferentes expressões artísticas - shows, espetáculos de teatro, cursos, oficinas, contação de histórias - para todas as idades e interesses. Com entrada gratuita, Afrobrasilidades conecta arte, estética e cultura negra.

Já no comecinho do mês, dia 3, tem show do coletivo Sambaqui, do Jardim Guarani-Brasilândia (zona norte), que resgata tradições culturais afro paulistas, como o Jongo, Samba de Bumbo e Batuque de Umbigada. No dia 15, o Samba de Dandara convida Roberta Oliveira para reverenciar esta guerreira (Dandara) que é considerada referência histórica na luta contra a escravidão.

Carolina Maria de Jesus é considerada uma das mais importantes autoras brasileiras. No espetáculo Salve Ela! Carolina Maria de Jesus em Cena, apresentado no dia 17, será contada a história desta moradora da favela Canindé, que a cada dia ganha mais reconhecimento.

No feriado, dia 20, As aventuras do Boi B.leza mistura música e literatura para contar a história de dois meninos e sua viagem com B.leza, um boi do nordeste brasileiro que sobrevoa as Ilhas de Cabo Verde e acaba descobrindo as belezas desse país do Continente Africano - com Morabeza Nação.

O contrabaixista cubano Aniel Someillan apresenta Quilombo, seu álbum de estreia, na Praça coberta do Sesc Santo Amaro no dia 23.

Haverá também curso de estamparia africana, com Thereza Frezza; a oficina Samba em Primeira Pessoa, voltada a mulheres, em que as participantes, além de conhecer a história deste ritmo a partir do olhar feminino, serão provocadas a criar suas próprias narrativas; e a oficina de dança Deuses que Dançam, com Wellington Campos e Núcleo Coletivo 22, com base nas sagradas danças dos orixás do Candomblé do Brasil.
 

Para a criançada

Em novembro, acontecem diferentes sessões de contação de histórias com entrada gratuita para revelar às crianças diferentes facetas do povo africano.

No dia 3, Cia. Chaveiroeiro narra a história de Tangwena, o sábio e bondoso chefe do povo Xona, do Zimbábue, que adoece gravemente. A atividade faz parte da contação Nyangara Chenna: Histórias Africanas. No mesmo dia, o grupo faz oficina de argila para a meninada tendo como tema o povo Xona.

Em Passando Histórias da África a Cia Malas Portam apresenta ao público uma incrível bagagem com quatro lindas histórias contadas e sentidas ao som do instrumento africano djembê. Dia 17.

Três dias depois, no dia 20, a Cia. Colhendo Contos e Diáspora Negra traz um conjunto de narrativas carinhosamente escolhidas e colhidas na Etiópia.

A partir dos jogos teatrais e brincadeiras africanas, crianças (até 12 anos) terão contato com cirandas e brincadeiras de roda, cantos africanos (músicas de trabalho) e composição de narrativas para poder identificar referências originárias do continente africano. No dia 20.

Nos domingos de novembro, acontece a Oficina: 1, 2, 3 e já! - Movimento e Imagin(a)ção que conecta adultos e crianças com brincadeiras que atravessam gerações.

Somente no dia 22, Ana Ventura e Juliana Gois fazem a vivência Brincadeiras Africanas, com jogos e brincadeiras de países do continente africano.
 

SERVIÇO
AFROBRASILIDADES
Arte, estética e cultura negra
Novembro

Entrada gratuita

SESC SANTO AMARO

Bilheteria e horário da unidade: Terça a sexta, das 10h às 21h30. Sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h30.
Endereço: Rua Amador Bueno, 505.
Acessibilidade: universal.
Estacionamento da unidade: R$ 5,50 a primeira hora e R$ 2,00 por hora adicional (Credencial Plena); R$ 12,00 a primeira hora e R$ 3,00 por hora adicional (outros).
Disponibilidade: 158 vagas para carros e 36 para motos. A unidade possui bicicletário gratuito.

 

Assessoria de Imprensa:
Com Canal Aberto | Márcia Marques | Daniele Valério 
Contatos: (11) 2914 0770 / 9 9126 0425
marcia@canalaberto.com.br| daniele@canalaberto.com.br 

ASSESSORIA DE IMPRENSA SESC SANTO AMARO
imprensa@santoamaro.sescsp.org.br
Diego Oliveira | (11) 5541-4036 | diego@santoamaro.sescsp.org.br
Natália Pinheiro | (11) 5541-4036 | natalia@santoamaro.sescsp.org.br
Willian Yamamoto | (11) 5541-4016 |
willian@santoamaro.sescsp.org.br



PROGRAMAÇÃO COMPLETA

Para todos os públicos

Música

Sambaqui

As tradições culturais afro paulistas, como o Jongo, Samba de Bumbo e Batuque de Umbigada, são manifestações ricas e intensas da região sudeste, vivênciadas e divulgadas pelo Quilombo Sambaqui, coletivo situado no Jardim Guarani- Brasilândia que mantém contato direto com as mestras e mestres que são referências e mantenedores culturais nas comunidades tradicionais.
Local: Praça Coberta | Livre | Grátis
03/11. Sábado, das 17h às 18h

 

Samba de Dandara convida Roberta Oliveira - Show gratuito no Sesc Santo Amaro
Dandara, guerreira mulher negra, é referência histórica na luta contra a escravidão. Ser Dandara significa rememorar, homenagear e promover a resistência feminina e negra. Com respaldo nessa força e ancestralidade, o grupo, formado exclusivamente por musicistas, proporciona a reflexão sobre o lugar da mulher no universo do samba, questionando o machismo estrutural da sociedade em que vivemos. Musicalmente, apresentam-se ritmos afro-brasileiros: o samba em suas várias vertentes, ijexás, afoxés e pontos de candomblé e umbanda. No repertório, destacam-se as obras de compositoras que deixaram suas marcas na música brasileira e na história da banda, entre elas Dona Ivone Lara e Jovelina Pérola Negra, além de músicas de compositores que afirmam a origem paulista desse projeto, como Geraldo Filme, Kiko Dinucci e Douglas Germano. E, também, composições de integrantes do grupo, como "Pé de moça", de Mariana Rhormens. No show, "Samba de Dandara" convida a cantora Roberta Oliveira , artista que conquistou prestígio e renome no universo do samba paulista há mais de uma década. Com Laurinha Guimarães no violão, Laís Oliveira no cavaquinho e, na percussão, Maira Ranzeiro, Analia, Mariana Rhormens e Roberta Kelly.
Local: Praça Coberta | Livre | Grátis
15/11. Quinta, das 17h às 18h30

 

As aventuras do Boi B.leza, com Morabeza Nação - Espetáculo musical gratuito no Sesc Santo Amaro
Espetáculo lítero musical propõe uma viagem junto a B.leza, um boi do nordeste brasileiro que sobrevoa as Ilhas de Cabo Verde e acaba descobrindo que as belezas desse país do Continente Africano são também muito semelhantes às belezas brasileiras.
Duas crianças, Grapiúna e Graciliano, são as passageiras especialíssimas desta viagem, com quem o boi partilha suas alegrias, impressões, cantos e amores.
Com o coletivo Morabeza Nação.
Local: Praça Coberta | Livre | Grátis
20/11. Terça, das 17h às 18h30
 

Aniel Someillan - Show gratuito no Sesc Santo Amaro
O contrabaixista cubano Aniel Someillan apresenta "Quilombo", seu álbum de estréia, que traz todo o processo de uma pesquisa pessoal baseada nos pontos de confluência da música afrocubana e afrobrasileira.
Local: Praça Coberta | Livre | Grátis
23/11. Sexta, das 19h às 20h

 

Espetáculo

Salve Ela! Carolina Maria de Jesus em Cena - Espetáculo teatral no Sesc Santo Amaro 
O espetáculo homenageia a escritora Carolina Maria de Jesus, moradora da favela Canindé (SP) que trabalhava como catadora de papel. Apaixonada por livros, ela alimentava sonhos e desabafava a sua triste realidade nas folhas de um caderno encontrado no lixo que, mais tarde, tornou-se público por meio do seu primeiro livro "Quarto de despejo: diário de uma favelada", sua voz ecoou para o mundo e até hoje reverbera.

Local: Praça Coberta | Não recomendado para menores de 10 | Grátis
17/11. Sábado, das 17h às 17h50

 

Tecnologias e Artes

curso

Estamparia - África - Etnia Adinkra, com Thereza Frezza - Curso de estamparia no Sesc Santo Amaro
O curso propõe aos alunos um aprofundamento na área de estamparia, seu mercado de trabalho, tendências, moda, estilo, estamparia manual, estamparia digital e conceitual.
Local: Espaço de Tecnologias e Artes | Não recomendado para menores de 14.
R$ 20,00 |R$ 10,00 |R$ 6,00.
22/11 a 11/12. Terças e quintas, das 10h30 às 13h30

 

Literatura

oficina

Samba em Primeira Pessoa - Oficinas de Escrita, Voz e Corpos Criativos no Sesc Santo Amaro
As oficinas terão como objetivo proporcionar um encontro de múltiplas vivências, com possibilidade de reflexão, troca e produção artística, com mulheres (cis e trans). Nos encontros entrecortados pelo samba, a escrita, a literatura e a corporeidade, as participantes terão a oportunidade de conhecer a história do samba, a partir do olhar feminino: nas composições, nas personagens que marcam a história e na poética existente na cultura do samba. A partir desse encontro com a história da mulher no samba, as memórias corporais e afetivas musicais relacionadas ao samba e o reconhecimento de cada uma nessa temática, as participantes serão convidadas a criar suas narrativas em primeira pessoa e movimentar o corpo em uma vivência de imersão individual e coletiva.
Local: Oficina | Não recomendado para menores de 16. | Grátis
10/11 a 08/12. Sábados, das 10h30 às 13h20

 

Ações para a Cidadania

oficina

Deuses que Dançam, com Wellington Campos e Núcleo Coletivo 22  - Oficina de dança gratuita no Sesc Santo Amaro
Vivência em Dança Brasileira Contemporânea, tendo como base as sagradas danças dos orixás do Candomblé do Brasil. Se propõe a experimentação da dança tendo como eixo fundamental as representações simbólicas da cultura negro-brasileira, por meio de variadas vivências em que cantos, danças, histórias e saberes tradicionais são experimentados pelo público. O Projeto Deuses que Dançam nasce do encontro do intérprete Wellington Campos com o Núcleo Coletivo 22 e com a prática da pedagogia chamada Dança Brasileira Contemporânea, desenvolvida por Renata Lima.
Local: Sala de Práticas Corporais | Não recomendado para menores de 16. | Grátis
10/11 a 01/12. Sábados, das 13h30 às 15h30

 

Crianças

oficina

Jogos Teatrais e Brincadeiras Africanas
A partir dos jogos teatrais e brincadeiras africanas, a proposta visa estabelecer noções de consciência corporal e relação entre os participantes em duplas e posteriormente grupos maiores para que, através da vivência haja interação, possibilitando disseminar o aprendizado em outros espaços de relação, convivência e formação. Através de cirandas e brincadeiras de roda, cantos africanos (músicas de trabalho), composição de narrativas é possível identificar referências originárias do continente africano.
Para crianças com até 12 anos. | Local: Espaço de Brincar | Grátis
20/11. Terça, das 10h30 às 11h30

 

Literatura

contação de histórias

Nyangara Chenna: Histórias Africanas, com Cia. Chaveiroeiro - Contação de histórias gratuita no Sesc Santo Amaro
A Cia. Chaveiroeiro narra a história de Tangwena, o sábio e bondoso chefe do povo xona, do Zimbábue, que adoece gravemente. Sua única possibilidade de cura é Nyangara Chena, uma cobra com poderes sobrenaturais. Como os homens mais fortes do vilarejo fracassam em trazer a serpente, as crianças do povoado, bravamente, resolvem ir atrás de Nyangara para tentar salvar a vida do ancião. O público acompanha a incrível saga dessas crianças que buscam a coragem entoando canções tradicionais de seu povo para chegar até Nyangara Chena.
Local: Espaço de Brincar | Livre | Grátis
03/11. Sábado, das 14h às 15h

 

Passando Histórias da África, com Malas Portam - Contação de histórias gratuita no Sesc Santo Amaro
A "Mala Invisível" apresenta ao público uma incrível bagagem com quatro lindas histórias contadas e sentidas ao som do instrumento africano djembê. A primeira história, "Aguemon", conta o mito da criação do mundo e da raça negra, segundo o povo Iorubá. A segunda, a fábula de "Krokô e Galinhola", narra a história de uma galinha d'angola muito astuta, que se livra de virar almoço de um crocodilo. Na sequência, a lenda "Mahura" explica como as estrelas, o sol e a lua apareceram no universo. Por último, "O baú das histórias" revela como todas as histórias se espalharam pelos quatro cantos do mundo.
Local: Espaço de Brincar | Livre | Grátis
17/11. Sábado, das 14h às 15h


Contando a África em Contos - Contação de histórias gratuita no Sesc Santo Amaro
A Cia. Colhendo Contos e Diáspora Negra, trás à cena a peça em contação "Contando África em Contos". Um conjunto de narrativas carinhosamente escolhidas e colhidas em Etiópia - "Os Reis de Gondar", Gana - "Os Sete Novelos" e Angola - "Os Comedores de Palavras". Contos que abordam relações cotidianas como amizade, família, dor, morte, amor, respeito e cooperação. É característico de alguns povos africanos partilhar histórias e ensinamentos através da oralidade de geração em geração. Os contadores de histórias, também conhecidos como mestres "griôs", são sábios muito importantes e respeitados pelos seus povos. Através da ludicidade, cantos nativos em dialetos e idiomas, respeitosamente nos investimos desses "griôs" para compartilhar essas histórias.
Local: Praça Coberta | Livre | Grátis
20/11. Terça, das 14h às 15h

 

Ações para a Cidadania

Oficina: 1, 2, 3 e já! - Movimento e Imagin(a)ção
Propiciar a conexão entre adultos e crianças a partir de brincadeiras que atravessam as memórias do corpo. Seremos uma única roda, adultos e crianças juntos, celebrando o encontro com nossas "africaludicidades".
Para crianças com até 12 anos. | Local: Oficina. | Grátis
04/11 a 09/12. Domingos, das 14h às 15h30
Exceto 2/12.
15/11. Quinta, das 15h30 às 17h

 

Brincadeiras Africanas, com Ana Ventura e Juliana Gois
Vivência com jogos e brincadeiras de países do continente africano.Para cri
anças com até 6 anos.

Local: Espaço de brincar | Livre | Grátis
22/11. Quinta, das 16h às 17h30

 

Artes Manuais

Oficina de Argila, com a Cia. Chaveiroeiro - Oficina de artes manuais gratuita no Sesc Santo Amaro
O povo Xona do Zimbábue tem o dom de "conversar" com a terra e transformar ela em qualquer coisa: Esculturas, pratos, copos, etc. A oficina propõe um diálogo entre as crianças entre argila (terra) e as mãos delas.
Para crianças com até 12 anos. | Local: Oficina | Grátis
03/11. Sábado, das 15h30 às 16h30

Compartilhar :